Dell faz, Motorola cala

24 agosto 2006

No começo da semana passada, a Dell anunciou que um problema na baterias de diversas linhas de notebooks – do merreca D500 ao fodão XLS – forçaria um recall de 4,1 milhões de portáteiso maior da história no setor de eletrônicos, segundo a Comissão de Segurança de Produtos dos EUA.

As “raras ocasiões” citadas pela Dell como responsáveis pela explosão das baterias se tornaram tão freqüentes ultimamente que o clã de Michael Dell se viu obrigado a substituir os dispositivos, fabricados pela Sony – o que significa que a linha Vaio pode entrar no balaio também.

Ou você não lembra da foto publicada no Inquirer que rodou o mundo com um notebook em chamas durante uma palestra no Japão? Ou então a genial foto do NY Times em que Thomas Forqueran observa seu carro destruído depois de deixar o notebook sobre o banco?


No Brasil, a Dell anunciou que os felizardos (e eu levanto a mão nesta) terão que entrar na lista e esperarem três semanas até que as baterias cheguem ao país. Para evitar problemas, a sugestão da empresa é usar o notebook ligado direto à tomada, sem bateria.

Igual, exatamente, a um desktop. E pra que mobilidade, não?

Além de aprofundar o fantasma sobre as suscetivas quedas no lucro da empresa desde 2005, o recall da Dell também levanta sérias dúvidas sobre o uso das suportas baterias do futuro: as células de metanol.

Esqueça a autonomia e a economia por um instante. Depois da paranóia dos dispositivos com íon-lítion que explodiam, seria interessante ter, sobre o colo, uma substância feita naturalmente para…explodir?

Enquanto os usuários brasileiros esperam pela Dell, a Motorola, outra empresa envolvida em eventos semelhantes que repercutiram internacionalmente, se pronuncia timidamente sobre a explosão de cinco celulares no país.

Durante a visita do CEO mundial Ed Zander, o Berlusconni do mercado de TI mundial, a empresa informou avisou os incidentes foram decorrentes de baterias falsificadas ou mau uso do aparelho.

A Motorola se livrou de um recall nos moldes da Dell, mas ganhou nota zero no media treinament.

Update: Batata. Uma semana depois da Dell, é a Apple que convoca um recall de 1,8 milhão de notebooks graças a, veja só, baterias defeituosas da Sony.

3 Responses to “Dell faz, Motorola cala”

  1. Renata Says:

    I can´t talk about it!! 😛

  2. henrique Says:

    o meu apple entrou no recall tb. ainda que a Dell tem estrutura, nem quero ver quanto tempo vai demorar pra chegar a bateria nova…


  3. […] fim levou aquela onda dos celulares Motorola explosivos. A Motorola disse muito por cima, durante a passagem do CEO Ed Zander pelo Brasil, em agosto, que cinco supostas explosões foram apuradas e eram […]


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  • leituras por aí

  • Creative Commons License
    Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.
  • Glog








  • o IDG Now! no seu blog

       IDG Now!

    var acc1 = new Spry.Widget.Accordion("Acc1",{ useFixedPanelHeights: false });
  • popularidade

  • Blog Stats

  • RSS Twitter

  • %d blogueiros gostam disto: