a história por trás do Moto-A-Porter

18 abril 2007

Durante o São Paulo Fashion Week, a Motorola resolve convocar blogueiros nacionais e internacionais para cobrir o evento de moda sob o Moto-A-Porter, blog coletivo de moda que gerou debates sobre a validade de uma empresa incentivar o “peer-content” .

Por meio do Blue Bus, Marcelo Tas saiu a público criticando a iniciativa por ser “plantada” pela Motorola. O fundador e editor do Blue Bus, Júlio Hungria, concordou com Tas, afirmando achar “incômoda (para a internet) a promessa dos ‘maiores blogueiros do mundo'”.

A reação foi imediata: no seu blog e no Moto-A-Porter, Marisa Toma, do Objeto de Desejos, classifica o comentário de Tas como um “ataque de ciúmes” e clama a cobertura dos 21 blogs como honesta, mesmo atrelada a uma marca.

O que você não sabe é que a própria Motorola se sentiu incomodada com a polêmica. A começar pelos comentários no post de Marisa no Moto-A-Porter – alguns deles foram publicados, de maneira anônima, por funcionários da Ag_407, que coordenou o projeto.

O comentário número 10, de “ed”, por exemplo, foi publicado por Alex Schönburg, sócio da Ag_407, apresentado poucos argumentos plausíveis (“Come one”???) – as informações vêm de envolvidos extremamente confiáveis.

Mais que isto: após o IDG Now! questionar a Motorola sobre o pagamento de blogueiros nacionais e internacionais, sua assessoria acionou a responsável por fazer a ponte entre a Ag_407 e os blogueiros.

Um e-mail foi disparado afirmando que, caso jornalistas perguntassem sobre remuneração, blogueiros deveriam responder que estavam nesta não pelo dinheiro, mas pela “iniciativa inovadora”e pela “maravilhosa oportunidade” de fazer o blog.

A resposta polida da Motorola se transformou em post no Blog dos Blogs, do editor do Now!, Ralphe Manzoni Jr.

Por fim, a Motorola emprestou a cada blogueiro um aparelho MotoRizor Z3 para tirar fotos e fazer vídeos para o blog, prometendo que o aparelho seria do blogueiro. O evento de moda terminou no dia 29 de janeiro.

Setenta oito dias (and counting) após o SPFW, o celular ainda não foi entregue. Jabá? Cada um escolhe se aceita ou não, mas prometer e não cumprir é, no mínimo, deplorável por parte de uma grande empresa.

Em outubro do ano passado, a Nokia, concorrente mundial da Motorola, fez uma campanha silenciosa na blogosfera, pagando para blogs como o Sedentário& Hiperativo e GameReporter para divulgar boatos sobre o tal de Mysterious Ad.

Comenta-se que a empresa pagou 500 reais a cada blogueiro pela divulgação. O buzz rendeu – veja no BlueBus, no Flickr e no Technorati.

Outras empresas já investem na blogosfera nacional com ações de marketing não tão camufladas como a Nokia – veja a Antártica e os Estúdios Fox com blogs como o Jacaré Banguela, blog do Noel e Marmota.

Até mesmo a Nissan, em sua perigosa campanha da suposta volta da banda “The Uncles” para vender o sedã Setra, recorreu à blogosfera (seria irresponsabilidade dizer se por pagamento ou não).

Na teoria, a iniciativa da Motorola é louvável. Mas sua prática enrolou-se no mesmo corporativo que empresas aplicam na hora de tratar com blogs, vistos como meios de divulgação baratos.

Mais triste ainda notar um certo deslumbramento de quem participou – veja o e-mail enviado por uma das blogueiras para “convencer” seus colegas. Assim, a seriedade se manterá a quilômetros de distância da blogosfera brasileira.

Anúncios

5 Responses to “a história por trás do Moto-A-Porter”


  1. Interessante saber dessas histórias de bastidores. A partir do momento que uma empresa passa a patrocianar um blog, toda ingenuidade se vai, toda a imparcialidade se vai. Como blogs não possuem estrutura separadas de comercial e editorial, uma influencia na outra, não tem jeito. Mas se um blog tiver comercial e editorial separados, já não é blog… E agora?

  2. mateus b Says:

    Post ponderado. Não sei se concordo com a periculosidade das coisas só… Acho que o que passa entre a novela e o jornal é tão mentiroso quanto qualquer blog recebendo pra fazer teaser na rede (viral), só que em outra instância.
    Aliás, viu no que se desdobrou o The Uncles. Me mandaram o novo filme hj. Inofensivo, desde o princípio: http://www.youtube.com/watch?v=HXauEq2F6Bs

    abraços

  3. gfelitti Says:

    Fugita, depende muito da iniciativa proposta e da postura tanto da empresa como dos blogueiros. Agora, crer que blog tem que ter editorial e comercial juntos é, no mínimo, ingenuidade (no mínimo!) e falta de escrúpulo.

    Novela e o jornal, Mateus? Realmente, não entendi teu posicionamento. O The Uncles, aliás, só se torna inofensivo quando não embirra em cruzar a linha de publicidade para conteúdo – entenda aqui.


  4. Oi, Gui
    Ontem tava passeando no Fabio Seixas, à toa, e achei o tal do Update or die, que não conhecia. Feito por publicitários, absolutamente vendido. No topo, um banner leva a um site viral do Fiesta… fiquei curiosa, mas ainda não fui atrás.
    http://www.updateordie.com/comerciais-videos/2007/04/afinal-voce-sabe-o-que-e-um-mash-up/


  5. […] 13th, 2007 …mas, no Bloglines, o post sobre a história do Moto-a-Porter aparece em strike da metade para o […]


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  • leituras por aí

  • Creative Commons License
    Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.
  • Glog








  • o IDG Now! no seu blog

       IDG Now!

    var acc1 = new Spry.Widget.Accordion("Acc1",{ useFixedPanelHeights: false });
  • popularidade

  • Blog Stats

  • RSS Twitter

  • %d blogueiros gostam disto: