da web: chet baker por willian claxton

22 agosto 2007

chet_c

chet_baker

chet

“Num documentário sobre si, Claxton disse que nunca conhecer o significado de “fotogênico” até que tirou aquelas primeiras fotos de Baker. “Sem a fotografia, Chet era uma espécie de sujeito atlético de boa aparência; lembrava um pugilista aneglical. Faltava-lhe um dente, por issto parecia um pouco estúpido, e tinha um tipo de topete dos anos 50, mas quando você o punha diante de uma câmera ele se tornava um astro de cinema. Sabia instintivamente o que fazer”

chet_capa_gane

Chet Baker não sabia ler partituras, perdeu um dente quando criança e costumava entrar em brigas que sabia que iria perder.

Seu sorriso de Mona Lisa , eternizado pelas belíssimas capas de Willian Claxton, o tornaram o símbolo cool do jazz da Costa Oeste, um brancoque subia ao palco sem praticar e cantava sobre amores.

Do outro lado do país, Miles Davis liderava a Costa Leste do jazz, que suava em linhas meticulasamente compostas e treinadas como expressão às suas dores. Pelo som e pelo visual, Baker ficou marcado como bunda mole.

Em “Young Chet” estão todos os retratos feitos por Claxton antes que Chet se tornasse a caveira dos seus últimos dias.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  • leituras por aí

  • Creative Commons License
    Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.
  • Glog








  • o IDG Now! no seu blog

       IDG Now!

    var acc1 = new Spry.Widget.Accordion("Acc1",{ useFixedPanelHeights: false });
  • popularidade

  • Blog Stats

  • RSS Twitter

  • %d blogueiros gostam disto: