o mashup dos botecos

21 outubro 2007

mashups_guilherme
O Google Maps é a ferramenta de mashups mais fácil da internet (se quer algo um pouco mais complicado mas mais amplo, o Popfly tá em beta aberto). Você acha o endereço, seleciona o ponto, escreve suas observações e pronto.

O mashup acima junta definições que escrevi no meu perfil do DicaSP, do cumpadre Tharso, com a cidade de São Paulo. Foi tudo feito na mão, mas não tomou mais que meia hora – Tharso, que tal uma integração nativa, hein?

Ainda não dá pra comunidade mexer e, sinceramente, não sei nem se é o caso – de tão fácil que é, dá pra você fazer um com cinema, bares, restaurantes eo diabo. Tenta lá.

Enquanto o mashup estava sendo bolado, topei com um que humilha este aí – tanto pelo cardápio como pelo trabalho meticuloso do cara.

mashup_avi

O Avi Alkalay, engenheiro de Linux da IBM, juntou restaurantes vegetarianos de São Paulo com direito a pequenos resumos, endereço e preço médio de cada refeição. Vale a pena dar uma olhada.

Ironicamente, enquanto os botecos eram listados, o Wagner Tamahana, da Colméia, mandou convite pro OlhaOnde.eu, serviço de mapas online pra usuários criarem suas listas de algo, tipo lugares onde eu já tropecei – entendeu o domínio?

Wagner avisa que ainda está em alpha, o que implica, principalmente, em edições bastante básicas e falta de massa crítica pra que as alterações em outros mapas criem conteúdo srelevantes. Mas dá um tempo pra molecada – eles estão no caminho certo.

Mais avançado está o VCVai.com que, se não prima pela diversidade, dá um tratamento profissional nas indicações que traz para as cidades de São Paulo e Campinas.

Este investimento recente em mapas online no Brasil também pega outra empresa, muito maior e com acordos muito maiores. Mas isto você só vai saber na semana que vem.

Update: O Google oficializou seu Google Maps no Brasil nesta semana inaugurando funções inéditas, como indicações de estabelecimentos, a outras já abusadas pela comunidade, como traçar rotas entre dois pontos. Num futuro próximo, pequenos empreendedores e profissionais liberais poderão integrar seus negócios no mapa, que também contará com propagandas da plataforma AdSense. Leia lá no Now!.

“Qualquer coisa diferente que você junte é mashup. A gente aqui conversando é mashup. Duas pessoas transando é um mashup” João Marcelo Bôscoli, o sempre bacana fundador da gravadora Trama, sintetizando a cultura do mashup (em palavras de Dani Braun), momentos antes de entrar no palco do Digital Age 2.0.

A notícia prometida lá atrás já pode ser divulgada: a Apple Brasil trocou sua assessoria de imprensa no Brasil. Ao assumir a subsidiária brasileira, o executivo Alexandre Szapiro trocou a Zenza pela FirstComm, assessoria responsável pela conta da Palm quando ele era também presidente da empresa.

A estratégia é uma surpresa aos acostumados a lidar com a Apple no Brasil principalmente pela participação que o homem por trás da Zenza, Thomas Fischer, tem com a empresa de Steve Jobs – antes mesmo da Apple abrir escritórios no Brasil oficialmente, Thomas já lidava com a empresa.

Ah, tem outras grandes movimentações em assessoria de imprensa no Brasil envolvendo alguém maior que a Apple. Um dia eu conto aqui.

Começaram novos boatos sobre a venda do Facebook. Não são os primeiros nem os segundos. A Microsoft vai pagar US$ 500 milhões pra ter 5% da rede social, o que, numa simples regra de três, coloca o valor comercial da rede perto dos US$ 10 bilhões (!!!).

(Uma pequena comparação. Achou muito? É apenas um terço do que a Exxon Mobile lucrou em 2006).

A cifra é nada menos do que dez vezes o avaliado em abril de 2006, num crescimento de valor de mercado de deixar qualquer um com seqüelas da bolha arrepiados.

Cogita-se que a estratégia da Microsoft é monetizar o conteúdo do Facebook com sua plataforma de publicidade, uma ContentAds potencializada pela compra da aQuantive, assim como a Microsoft já faz com o Digg e o Google vem fazendo com seu AdSense no MySpace, ex-queridinho das redes sociais.

E o Google? Diz o Wall Street Journal que o buscador também tem interesse em participação no Facebook o que, dada a conturbada compra da DoubleClick, que está sendo questionada pela Microsoft até agora, pode dar em briga entre ambas de novo.

A participação no Facebook resvala no temor do Google pelo crescimento da rede, segundo revela Michael Arrington, o que levará a dupla Brin e Page a anunciar uma rede social em novembro mais aberta que o Facebook, o que poderá deixar o Orkut ainda mais parecido com a rede pop.

São muitos os motivos para a explosão do Facebook, mas o mais evidente tem relação com um termo técnico chamado “crowdsourcing” – se você prefere ser entendido, basta dizer que o Facebook não apenas está colocando a comunidade pra trabalhar, mas como ela está gostando.

Após abrir seu API, o Facebook passou de sumo a esqueleto de rede social – com os códigos em mãos, o número de aplicativos externos explodiu e hoje a coisa mais legal do Facebook é caçar os que comparam seu gosto musical, países que esteve, conhecimento em internet e o escambau com seus amigos, num efeito “minha rede dentro de toda a rede”.

Nem um pouco bobo, o fundador Mark Zuckerberg anunciou o fbFund, fundo de US$ 10 mil para incentivar a criação dos aplicativos de terceiros.

Ironicamente, a maioria dos mashups feitos na rede hoje usam mapas do Google Maps graças à sua API, algo solenemente ignorado no Orkut, a rede social do Google solenemente ignorada lá fora.

Se não rolar uma aquisição atravessando a estratégia da Microsoft, APIs do Google (porquê o Yahoo também não libera a sua pro Mash, esta rede com potencial de fracasso?) para redes sociais.

Aliás, parece que é sina dos três abraçar redes de terceiros – nem Live Spaces nem Orkut nem 360 deram lá muito certo.

a meia bomba brasileira

18 setembro 2007

Há muito o que ser dito sobre, mas o único que posso falar até agora sobre o TechCrunch40 é que é extremamente broxante ter algo rolando lá fora deste naipe sem ter representatividade nenhuma.

Não só pelo TechCrunch40 especificamente. Você já viu a agenda o Web 2.0 Summit?

yahoo mash a rodo

17 setembro 2007

Quem quiser um convite pra Yahoo Mash, nova rede social que o portal lançou neste fim de semana, dá um toque nos comentários.

E quem tiver convite pro PowerSet Labs, que entrou no ar hoje, também dá um toque, faiz favor.

cadê o del.icio.us?

11 setembro 2007

O Yahoo prometia para o primeiro semestre Flickr e del.icio.us no Brasil. O primeiro já chegou – além de já permitir o pagamento das contas Pro (que veio, sim) em reais, tá procurando alguém para coordenar a comunidade no Brasil.

Agora, do del.icio.us, nada de notícias novas. Estarão esperando a nova versão?

  • leituras por aí

  • Creative Commons License
    Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.
  • Glog








  • o IDG Now! no seu blog

       IDG Now!

    var acc1 = new Spry.Widget.Accordion("Acc1",{ useFixedPanelHeights: false });
  • popularidade

  • Blog Stats

  • RSS Twitter